A Phelcom Technologies participou da 21ª Campanha Nacional Gratuita de Prevenção do Diabetes, promovida pela Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (Anad), de 7 a 14 de novembro, em São Paulo, em parceria com o Instituto da Visão (Ipepo), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a multinacional alemã Bayer. O evento marcou o Dia Mundial da Diabetes, comemorado em 14 de novembro.

Na ocasião, a startup brasileira examinou cerca de 500 pacientes com o retinógrafo portátil Eyer, produto inovador com alta tecnologia que será lançado em breve pela empresa. “Uma das complicações crônicas da diabetes é a retinopatia diabética, uma doença assintomática na fase inicial e que pode causar deficiência visual grave ou até cegueira quando não diagnosticada precocemente”, explica o cofundador e CTO da Phelcom, Diego Lencione, que representou a empresa e participou ativamente dos sete dias de mutirão.

Mais de 18 milhões de pessoas possuem a diabetes no Brasil. O número pode ser maior, pois muitos casos ainda não foram identificados. “Hoje, quase 85% das cidades brasileiras não possuem acesso a oftalmologistas e aparelhos oftalmológicos que ajudam no diagnóstico da doença e suas complicações. O nosso objetivo com o retinógrafo portátil é possibilitar o atendimento de comunidades que têm acesso limitado a esse tipo de exame”, afirma Lencione.

Os exames realizados pelo retinógrafo portátil da Phelcom facilitaram o diagnóstico de lesões na retina e o encaminhamento precoce para tratamento adequado de muitos pacientes durante o mutirão.

Eyer

O Eyer é um retinógrafo portátil desenvolvido pela Phelcom Technologies que visa auxiliar no combate à deficiência visual grave e cegueira, doenças que atingem mais de 250 milhões de pessoas no mundo todo. Atualmente, 75% dos casos ocorrem por falta de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento correto.

Conheça o Eyer