A startup Phelcom Technologies tem muito o que comemorar. O seu primeiro produto, o retinógrafo portátil Phelcom Eyer, alcançou a marca de 100 mil exames realizados. O equipamento foi lançado no mercado há apenas 1 ano e 4 meses.

Os exames de segmento anterior e retinografia colorida são os mais feitos atualmente. “Cerca de 850 profissionais utilizam a tecnologia e há aproximadamente 90 mil pacientes cadastrados na nossa plataforma on-line, o Eyer Cloud”, conta o cofundador e CEO da Phelcom, José Augusto Stuchi.

A expectativa é produzir 200 mil exames até metade de 2021.

 

Phelcom Eyer

 

O Phelcom Eyer é o que há de mais moderno em retinografia portátil para prevenção e diagnóstico de doenças relacionadas à visão.

O aparelho funciona acoplado a um smartphone e realiza exames de retina de alta qualidade, em poucos minutos e sem a necessidade de dilatação da pupila. Por ser integrado à nuvem, disponibiliza automaticamente os dados na plataforma on-line EyerCloud. Dessa forma, possibilita que o diagnóstico seja feito por um médico localizado em qualquer lugar do mundo.

O Eyer visa auxiliar no combate à deficiência visual e cegueira mundial, que atingem 2,2 bilhões de pessoas, segundo a Organização Mundial da Saúde. Destes, 1 bilhão de casos seriam evitáveis ou passíveis de correção. Ou seja, ocorreram por falta de acesso aos cuidados necessários, como exames e tratamentos.

 

Phelcom Eyer

 

Eyer Cloud

 

O Eyer Cloud é uma plataforma on-line integrada ao retinógrafo portátil Phelcom Eyer que permite armazenar e gerenciar os exames dos pacientes. Todos os dados capturados pelo equipamento são sincronizados automaticamente com o sistema, permitindo que subam para a nuvem com total segurança.

Além de garantir o backup das informações em um servidor seguro, o usuário tem todos os dados organizados em uma interface amigável, funcional e intuitiva. Além disso, a plataforma pode ser acessada no próprio aparelho ou por celular, tablet e computador.

“É possível cadastrar todos os pacientes no sistema de forma rápida e fácil, visualizar imagens em alta qualidade e em tamanho grande na tela e, em seguida, laudar”, explica o cofundador e COO da Phelcom, Flávio Pascoal Vieira.

Qualquer profissional da área de saúde – sem ser necessariamente o especialista – pode realizar o exame em campo após breve treinamento. Para isso, o médico pode liberar acessos específicos para cada membro da equipe. Por exemplo, o técnico pode apenas cadastrar pacientes e capturar as imagens. Já o laudador, gerar o diagnóstico sem acessar os dados pessoais do paciente, mantendo assim o anonimato.

Dentre as principais funcionalidades, estão a possibilidade de separar as informações de pacientes com mais de uma clínica e visualizar ambos dentro da plataforma; localizar um paciente por nome ou data do exame; e criar templates de laudos com modelos pré-prontos disponíveis no sistema.

Se não houver acesso à internet no momento do exame, as imagens ficam salvas no aparelho e são enviadas para a nuvem assim que houver conexão.

 

Phelcom Eyer

 

Phelcom Technologies

 

A Phelcom Technologies é uma startup que une tecnologia e saúde, com sede em São Carlos (SP). Cria dispositivos portáteis, conectados e vestíveis com o propósito de democratizar o acesso à saúde, oferecendo mais com menos e para mais pessoas.

Para desenvolver o seu primeiro produto, a startup recebeu aporte da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e do Programa de Promoção da Economia Criativa da Samsung. Além disso, conta com o apoio das incubadoras Supera Parque e Eretz.bio, essa última do Hospital Israelita Albert Einstein.