Que cuidar bem dos olhos contribui muito com uma boa saúde e qualidade de vida de modo geral, todos nós já sabíamos. Mas, e que a cirurgia de catarata proporciona uma melhor função mental nos adultos, você sabia?

Surpreendente, não é mesmo? Entretanto, é isso mesmo. A descoberta foi feita por um estudo recente realizado na Inglaterra. Com toda a certeza, a pesquisa soma aos diversos trabalhos que endossam que cuidar da visão traz benefícios para os idosos, além de apenas melhorar a visão.

Portanto, vamos explicar neste post como foi realizada a pesquisa, os resultados que auxiliarão na busca da melhora da visão dos idosos e quais serão os próximos passos.

 

O estudo

 

Os pesquisadores compararam as taxas de declínio cognitivo antes e depois dos pacientes que realizaram a cirurgia, por 13 anos.

Ao todo, 2.068 adultos foram submetidos à cirurgia de catarata e outros 3.636 participantes não tinham a doença. Os pesquisadores testaram a memória deles, pedindo que recordassem de 10 palavras, tanto imediatamente após serem lidas em voz alta quanto depois de eles serem distraídos por outras tarefas.

 

Os resultados

 

Os resultados mostraram que a taxa de declínio cognitivo diminuiu em 50% após a cirurgia de catarata. Além disso, a taxa de declínio foi mais lenta após o procedimento em comparação com o período anterior. O que a torna semelhante ao declínio entre as pessoas sem a doença.

De fato, outros estudos já haviam associado a deficiência visual com menor capacidade cognitiva em idosos. Porém, até o momento, não sabíamos se melhorar a visão através da cirurgia de catarata ajudaria a diminuir as mudanças na função mental.

De fato, os cientistas ainda não sabem por que os distúrbios de visão afetam o declínio cognitivo. Porém, o isolamento, o constrangimento e a falta de atividade física provocados pelos problemas de visão nos idosos podem contribuir para esse quadro.

 

 

Outras pesquisas

 

Outro estudo recente descobriu que pessoas que são diagnosticadas ou identificadas com função mental reduzida têm menos probabilidade de receber cirurgia de catarata do que aquelas com função mental normal.

Já outra pesquisa sobre cirurgia de catarata e declínio cognitivo aponta que melhorar a visão influencia na qualidade de vida. Além disso, atrasa ou diminui o declínio cognitivo em idosos. O trabalho foi realizado pela Case Western Reserve University, dos Estados Unidos.

O estudo incluiu pacientes que passaram pela cirurgia, os que optaram em aguardar e os cuidadores de ambos os grupos. Os resultados também sugerem que pacientes que passaram pelo procedimento – e seus cuidadores – têm menos sofrimento emocional em comparação com pacientes que não fizeram a cirurgia.

 

Conclusão

 

De fato, a cirurgia de catarata pode ter um impacto positivo na visão dos idosos e nas taxas de declínio cognitivo. Entretanto, mais pesquisas são necessárias para identificar o mecanismo. Para, assim, explicar a associação entre a cirurgia de catarata e o envelhecimento cognitivo. Também precisamos entender se a intervenção precoce para a correção da visão resulta em uma redução do risco de demência.

 

Novidades na área de oftalmologia interessam você? Então, acompanhe o blog da Phelcom.

 

Assine aqui