Alerta: a miopia pode virar uma epidemia mundial – em alguns países, já é considerada. Isso porque a doença deve atingir 35% do mundo todo em 2020 e 52% da população em 2050, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). A estimativa preocupante leva em conta o aumento dos casos de miopia nos últimos anos, principalmente entre os jovens.

Por exemplo, 90% dos jovens do sudoeste da Ásia sofrem com o problema. No Brasil, não há dados oficiais sobre o assunto, mas o Ministério da Saúde acredita que 35 milhões de brasileiros sejam míopes.

Mas, afinal, quais são as causas que levaram a OMS a apontar o problema como a “epidemia do século”? Entenda neste post os motivos para o aumento dos casos de miopia, como o estilo de vida atual influencia esses números e quais são as recomendações para prevenir a doença.

 

Miopia: o que é

 

Em primeiro lugar, vamos entender o que é a miopia. A disfunção é um erro de refração que impossibilita a luz que entra pelos olhos de chegar até a retina, onde a imagem é focada. Isso ocorre porque houve um crescimento excessivo do olho. Por isso, a imagem se forma antes da retina, e não sobre ela, enviando ao cérebro a informação errada.

Dentre os principais sintomas, estão a dificuldade de enxergar objetos distantes, visão embaçada e até dores de cabeça. É por isso que as pessoas míopes têm o hábito de apertar os olhos constantemente para forçar o foco, por exemplo.

A doença é a terceira causa de cegueira irreversível no mundo todo, pois potencializa o risco de disfunções como deslocamento de retina e degeneração macular. Mesmo não havendo cura, é possível corrigir o erro refrativo com o uso de lentes corretivas ou cirurgia.

 

aumento dos casos de miopia

Imagem retrata como a miopia pode afetar a visão.

 

 

O aumento dos casos de miopia entre os jovens

 

O jovem é o público que mais apresenta aumento dos casos de miopia no mundo todo, de acordo com levantamento da OMS. É muito comum que o distúrbio desenvolva-se na época escolar, quando não é hereditário. Contudo, vários estudos apontam que o estilo de vida atual da sociedade influencia diretamente no número alarmante atual e projetado de portadores da doença.

 

Causas

 

Os motivos concretos do aumento dos casos de miopia ainda estão sendo investigados. Entretanto, os especialistas e pesquisadores já encontraram correlações possíveis. Em seguida, conheça algumas das principais:

 

Locais fechados

Uma delas é o fato das crianças passarem menos tempo ao ar livre atualmente. Isso porque, em locais fechados, não exercemos a visão à distância e não entramos em contato com a luz do sol. Por sua vez, a luz solar é um dos fatores que ajudam na fabricação de dopamina, hormônio que auxilia no controle do crescimento do olho.

 

Problemas no sono

Outra possibilidade é ter um sono deficiente. A melatonina, hormônio que ajuda a preparar o organismo para dormir, também interfere na manutenção do tamanho adequado do olho. Ele é produzido ao anoitecer. Ou seja, quando escurece.

Ficar muito tempo em frente às telas, principalmente na hora de dormir, pode prejudicar o sono e contribuir para o aparecimento de problemas nos olhos.

 

Computadores, celulares e tablets

De fato, vivenciamos a “era das telas”. Estamos sempre em frente a uma tela, seja a do smartphone, do computador ou da televisão. E, claro, isso já está gerando consequências para a saúde. Principalmente para a dos olhos.

Além da miopia, visão turva, cansaço ocular e até a necessidade de óculos de grau são alguns dos problemas que tiveram aumentos significativos nos últimos anos. Coincidência? Especialistas da área dizem que não.

O que afeta os olhos é a luz azul da tela do celular e do computador, por exemplo. A exposição frequente à radiação por fototoxicidade gera efeitos que vão se acumulando nas células da retina, danificando-a.

Outro problema comum que ocorre ao mantermos o foco da visão por um período prolongado nas telas é a falsa miopia. Isto é, a visão fica embaçada e não conseguimos focar à distância por alguns instantes.

No caso específico das crianças, o problema é ainda mais grave. Isso porque elas ainda não possuem a estrutura do olho desenvolvido. Então, quando elas passam muito tempo no celular, por exemplo, os olhos trabalham para aumentar o foco. Isso, com o tempo, pode aumentar o tamanho do olho e gerar a miopia.

 

Açúcar em excesso

O consumo exagerado de alimentos ricos em açúcar pode afetar inclusive a visão. No caso da miopia, esse ingrediente provoca o aumento da produção de insulina no corpo que, por sua vez, interfere no crescimento do olho.

 

Prevenção

 

De fato, é possível prevenir-se dessa doença. Para isso, adote alguns hábitos como:

 

  • Passe mais tempo em locais abertos;
  • Durma bem;
  • Evite trocar o dia pela noite;
  • Fique atento ao tempo de uso de telas, principalmente na hora de dormir;
  • Mantenha uma distância saudável das telas – pelo menos 40 centímetros;
  • Faça intervalos regulares entre o uso do celular, computador, tablet e televisão – aproximadamente a cada 30 minutos;
  • Tenha uma alimentação equilibrada, com menos consumo de açúcar;
  • Exercite olhar alguns minutos do dia para longe;
  • Mantenha em dia os exames de rotina.

 

Conclusão

 

Com toda a certeza, o aumento dos casos de miopia em todo o mundo serve como um alerta para cuidarmos melhor da saúde dos nossos olhos. Como vimos, a OMS já considera a doença como a “epidemia do século”, já que as estimativas apontam que mais da metade da população mundial será míope. Preocupante!

Então, para não entrar nas estatísticas, adote hábitos de vida mais saudáveis para você e para toda a família. Fique atento.

 

Saúde dos olhos é um assunto interessante para você? Então, acompanhe as novidades do blog da Phelcom.

 

Assine nosso blog