A visão é um dos cinco sentidos mais importantes para o ser humano. Os olhos captam a imagem e a retina – fina camada de tecido localizada na parte de trás do olho – a registra, decodifica e envia ao cérebro. A imagem é reconhecida e interpretada. Pronto! A mágica está feita: você enxerga.

Na verdade, não é bem magia: a “culpa” de tudo isso é das milhões de células fotorreceptoras que compõem a retina. São elas que fazem a tradução das ondas luminosas em imagens e, por meio de impulsos elétricos enviados pelo nervo óptico, o cérebro recebe tudo pronto.

É claro o papel fundamental da retina na visão. Por isso, é essencial cuidar muito bem dos olhos, ficar atento a qualquer anormalidade que surgir e, se diagnosticado com alguma doença que afeta essa região, seguir o tratamento certinho.

Mas, prevenir é melhor que remediar! Conheça neste post as 6 principais causas de doenças da retina e o que você deve fazer agora para evitar o problema.

 

Doenças da retina: quais são

 

Mas, primeiro, vamos conhecer brevemente as doenças mais comuns que afetam a retina. Veja:

  • Degeneração macular relacionada à idade (DMRI);
  • Descolamento de retina;
  • Retinopatia diabética;
  • Retinopatia hipertensiva;
  • Retinopatia miópica;
  • Doenças reumáticas como lúpus e artrite reumatoide;
  • Infecções como toxoplasmose, tuberculose, herpes e rubéola;
  • Tumores intra-oculares como retinoblastoma e melanoma de coroide.

 

Principais causas

 

1.      Obstrução dos vasos e/ou artérias

 

Infelizmente, a obstrução é comum e acontece em portadores de diabetes, hipertensão arterial ou doenças do sangue. O entupimento dos vasos da retina causa hemorragia e, imediatamente, diminui a capacidade de enxergar com nitidez. Com o tempo, o quadro pode gerar doenças graves, como glaucoma neovascular e edema macular.

Já na obstrução da artéria, a circulação do olho é interrompida e a pessoa também tem perda rápida da visão. Veja como ocorre na imagem abaixo:

 

Um coágulo entope a artéria nutridora da retina, provocando a perda de visão.

 

 

2.      Diabetes

 

Uma das principais causas de doenças da retina é a diabetes. E aproximadamente 40% dos portadores sofrem com doenças que afetam a visão, de acordo com estudo da Sociedade Brasileira de Oftalmologia.

Entre as principais, estão a retinopatia diabética, glaucoma e catarata.

A retinopatia diabética ocorre quando as concentrações de glicose estão muito altas e afetam os vasos sanguíneos dos olhos. Eles se rompem, provocando o vazamento de fluido na retina. Isto causa a visão embaçada e distorcida. O infográfico abaixo explica como ocorre a doença:

 

Fonte – revista Saúde

 

Se não tratada, essa doença pode evoluir para o glaucoma neovascular. A sua principal característica é o aumento de pressão dentro do olho, que comprime os vasos sanguíneos e danifica o nervo ótico, levando à perda da visão lateral do olho e, gradualmente, à cegueira.

Outra complicação da retinopatia diabética é a catarata. A doença é uma lesão ocular que deixa o cristalino opaco e torna a visão turva, como se existisse uma névoa diante dos olhos.

Se você é diabético, é obrigatório dar uma atenção especial à saúde dos seus olhos.

 

3.      Hipertensão arterial

 

Além de levar à obstrução dos vasos da retina, as complicações da hipertensão arterial podem acarretar a retinopatia hipertensiva. A doença provoca uma lesão vascular na retina, ocorrendo à perda de visão.

A hipertensão arterial muito alta é um fator de risco para o desenvolvimento de outras doenças, como retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e glaucoma.

Se você é hipertenso, previne-se de doenças oculares: consulte regularmente o médico especialista.

 

4.      Sol em excesso

 

Sabia que a exposição exagerada aos raios solares pode até queimar a retina? Isso é muito sério. Por exemplo, após um dia todo na praia ou na piscina, os olhos vermelhos e irritados significam que houve uma queimadura de sol igual à da pele!

Então, proteja-se muito bem: utilize chapéus com abas largas e óculos escuros – precisa ter proteção contra raios UVA e UVB. Ficou com os olhos vermelhos? Use colírio ou soro fisiológico para reduzir a irritação.

 

5.      Envelhecimento

 

Idosos e pessoas mais velhas tem mais chances de desenvolverem doenças da retina, como catarata e Degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

A DMRI atinge, geralmente, pessoas a partir de 50 anos. É a causa mais comum de perda de visão nessa faixa etária. A doença ocorre quando as células fotorreceptoras na mácula da retina são degeneradas. Em seguida, acontece a perda da visão central, como mostra a imagem abaixo.

 

 

6.      Alimentação inadequada

 

A má alimentação é um dos principais desencadeadores de problemas de saúde. E esse hábito também é nocivo para os olhos. O excesso de ingestão de gorduras ruins, açúcares e frituras provocam doenças que, quando não tratadas, afetam a retina, como a diabetes e hipertensão arterial.

A outra ponta, como a falta de alimentos ricos em vitaminas no cardápio, pode prejudicar diretamente a retina. O déficit de vitaminas D e E tem correlação direta à DMRI.

A vitamina E, por exemplo, paralisa a degeneração das células da mácula, gerada pelo envelhecimento. Já a vitamina D é responsável pela boa circulação sanguínea, levando oxigênio para a retina.

E aí: a sua alimentação está contribuindo para o surgimento de problemas na visão?

 

Conclusão

 

Agora você conhece as 6 principais causas de doenças da retina. A prevenção ainda é a melhor saída: visite regularmente o oftalmologista, faça os exames preventivos, tenha uma alimentação saudável, pratique exercícios físicos e sempre fique alerta se algo estiver fora do normal com seus olhos ou com a visão.

 

Receba mais dicas sobre a saúde dos olhos para cuidar direitinho da sua visão. Inscreva-se na nossa newsletter.

 

Assine já!