Sem dúvida, vivemos em uma era cada vez mais online, conectada e tecnológica em todas as áreas da nossa vida. Inclusive, uma delas é a saúde, com cada vez mais tecnologias para médicos. Atualmente, a tecnologia evolui constantemente e oferece diversos benefícios, principalmente nos setores de TI, telemedicina e inteligência artificial.

No caso dos especialistas, é notável a melhora de produtividade nos processos rotineiros, no atendimento ao paciente e nos resultados finais, por exemplo.

Por isso, selecionamos neste post 6 tecnologias para médicos que facilitam – e muito – o dia a dia. Confira!

 

1.     Prontuário eletrônico

 

Com toda a certeza, o prontuário eletrônico é o mais comum hoje em dia nos consultórios e a principal ferramenta de gestão. Ao reunir as informações do paciente, a tecnologia facilita o acompanhamento por vários especialistas e profissionais da saúde.

Por exemplo, é possível consultar todo o histórico do paciente, como atendimentos, exames, medicamentos e tratamentos realizados. Tudo isso possibilita a agilidade no atendimento, o diagnóstico mais preciso e a rapidez no início de tratamentos.

 

tecnologias para médicos

 

2.     Softwares de gestão médica

 

Outra ferramenta essencial é o software de gestão médica, que permite automatizar todos os processos da clínica. Além de conter o prontuário eletrônico, também armazena com segurança os dados de médicos, funcionários, do financeiro e do administrativo.

De fato, é uma das tecnologias para médicos que melhor aumenta a produtividade. Por outro lado, também é um alívio para esses profissionais que se desdobram em vários plantões, consultório e estudos.

Por exemplo, há alguns programas que até enviam lembretes e pedem a confirmação da consulta agendada para o paciente. Sem dúvida, é um ótimo benefício para os médicos, que sofrem bastante com a falta nos atendimentos marcados.

 

3.     Retinógrafo portátil

 

tecnologias para médicos

 

Fazer exames de vista pelo celular, sem a necessidade de colírio e em poucos minutos já é uma realidade. Recentemente, a startup brasileira Phelcom Technologies lançou o retinógrafo portátil Eyer. Acoplado ao celular, o aparelho realiza exames de retina de alta qualidade e envia os dados automaticamente para uma plataforma online, possibilitando o diagnóstico remoto.

Inovador no mercado, a portabilidade e o tamanho reduzido do Eyer permitem um custo muito mais baixo em relação aos retinógrafos tradicionais. Hoje, ele custa aproximadamente US$ 5 mil contra US$ 120 mil do equipamento atual, que ainda necessita de integração com o computador.

Isso mesmo com tecnologias de ponta aplicadas na produção do aparelho.

Além disso, possibilita a redução do tempo de atendimento e de custos operacionais, tanto do médico quanto do paciente. Dentre as vantagens, está a diminuição do deslocamento de pacientes a hospitais e grandes centros urbanos, já que o diagnóstico pode ser realizado por especialistas e profissionais de referência localizados em qualquer parte do mundo.

 

4.     Dispositivos portáteis de monitoramento

 

Com toda a certeza, uma das tecnologias para médicos que mais facilitam o monitoramento da saúde do paciente são os dispositivos portáteis – também conhecidos como wearables.

Em tempo real, os dados da saúde do paciente são registrados e armazenados na ferramenta. Em seguida, o médico acessa e gera um relatório completo com pressão arterial, controle calórico, frequência cardíaca, dentre outros. Tudo isso com informações mais reais e precisas.

Assim sendo, o profissional pode acompanhar à distância a evolução do paciente. Inegavelmente, é um ótimo instrumento para monitoramento daqueles com diabetes, hipertensão, distúrbios cardiovasculares etc.

 

tecnologias para médicos

 

5.     Inteligência Artificial

 

Em constante evolução, o uso de inteligência artificial (IA) pela saúde apresenta resultados inovadores e promissores. Basicamente, a IA desenvolve mecanismos e ferramentas tecnológicas que simulam o raciocínio humano. Assim sendo, consegue executar sozinha algumas atividades. 

Por exemplo, a tecnologia de ponta tem possibilitado diagnósticos mais rápidos e precisos. Sem dúvida, isso pode combater a progressão de várias doenças, impactando diretamente na saúde do paciente e na redução dos gastos em tratamentos, dentre outros inúmeros benefícios.

Mais do que isso, o desenvolvimento de softwares cada vez mais inteligentes prometem revolucionar o setor ao entregar mais qualidade, acessibilidade, agilidade, efetividade e redução de custos tanto para os profissionais e instituições envolvidas como para pacientes.

Na área de oftalmologia, uma pesquisa recente realizada pelo Google mostrou que o uso de IA pode melhorar a precisão diagnóstica dos médicos. Ou seja, o estudo indica que oftalmologistas e algoritmos são mais eficazes quando trabalham juntos.

 

6.     Telemedicina

 

A telemedicina é uma área da telessaúde que oferece assistência médica à distância, por meio de avançados recursos tecnológicos e Inteligência Artificial (IA). Pela internet, é possível enviar exames, emitir laudos, fazer diagnósticos, prescrever tratamentos e acompanhar a evolução do paciente, além de possibilitar a troca de informações entre médicos, em plataformas online com acesso pelo computador, celular e tablet.

Esta especialidade apoia a medicina tradicional ao relativizar a noção de distância, levando serviços médicos a qualquer lugar e, assim, aumentando o acesso à saúde. Tudo isso de forma mais rápida e precisa.

Atualmente, funciona em três frentes no Brasil: teleassistência, teleducação e emissão de laudos à distância – a área que mais cresce no país. No início do ano, o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou uma nova regulamentação que ampliava as áreas de atuação da telemedicina. Porém, a revogou poucos meses depois.

No mundo todo, a maioria dos países desenvolvidos investe cada vez mais nessa área, pois defende que é uma ferramenta de acesso à saúde e de redução de custos. No Estado de São Paulo, uma pesquisa recente mostrou que 82,65% dos médicos paulistas usam tecnologias nos consultórios, clínicas e/ou hospitais.

Sem dúvida, a telemedicina é uma evolução natural em um mundo altamente online e tecnológico como o nosso.

 

Conclusão

 

Agora, você já conhece as 6 principais tecnologias para médicos que prometem facilitar o dia a dia e, assim, aumentar a produtividade. De fato, o prontuário eletrônico e os softwares de gestão médica já são realidade na maioria dos consultórios. Porém, é preciso ficar atento aos novos programas que são lançados no mercado, cada vez mais rápidos, funcionais e práticos.

Já os dispositivos portáteis devem ganhar ainda mais espaço nos consultórios devido à possibilidade de monitoramento em tempo real com dados mais certeiros.

Falando em inovação, temos o retinógrafo portátil Phelcom Eyer que deve tornar mais rápido e assertivo os exames de retina.

Por fim, a telemedicina e a inteligência artificial prometem revolucionar a área da saúde. Portanto, fique de olho nessas tendências.

 

Acompanhe o blog da Phelcom e fique por dentro das novidades em tecnologias que facilitam a rotina médica.

 

Inscreva-se